A Metáfora dos Macacos

agosto 12, 2016 at 11:58 am 1 comentário

A METÁFORA DOS MACACOS

Pessoal,

Na atualização de hoje, vou postar dois textos que fogem um bocado do que geralmente escrevo. Eles não são textos agradáveis, são metáforas, mas não ficções.
Pela Internet, tenho visto a tendência de uma multidão de pessoas em condenar o Comunismo/Socialismo e endeusar o Capitalismo. No momento presente, não quero entrar no meio dessa discussão, mas me pergunto aos defensores do Capitalismo se eles observam as mazelas desse sistema econômico antes de alça-lo a algum altar utópico.
Digo isso, porque as relações de trabalho no Capitalismo são horríveis. Pegando um gancho num aspecto mais pessoal, tenho sofrido muito pro conta de um chefe que, bem, tem infernizado minha vida profissional. Não quero entrar em detalhes e preferi desabafar literariamente. Espero que gostem.
Ambos são uma metáfora amarga. Peço que ninguém se ofenda com ela. A crítica é a ele, a empresa e ao Capitalismo em geral que sustenta aberrações como essa. Em parte é também a nós mesmos, pessoas comuns, que, com nossas omissões, permitimos que um sistema assim exista.
Para evitar qualquer má interpretação, esclareço que o termo macaco aqui não tem qualquer conotação racista e não se refere a ninguém considerando sua etnia (o chefe que mencionei é branco como lesma). Uso essa palavra, de forma metafórica, para me referir a ser humano.
Boa leitura.

A METÁFORA DOS MACACOS

I – SIGA O MACACO LÍDER

Esqueçamos nossas ilusões sobre democracia, liberdade, livre arbítrio e direitos humanos. Enterremos essas quimeras em alguma cova bem funda, e, se possível, num lugar distante e esquecido, pois dez mil anos de civilizações nos reduziram a isto:
Somos apenas uma longa fila de macacos, seguindo o macaco que urra mais alto e bate selvagemente no peito sonhando ser o senhor do mundo.
Que os deuses tenham pena de nós…

II – O MACACO NO QUADRADO

Enquanto você crescia, não lhe contaram isso. A vida adulta, porém, por ser uma sádica incurável, é mais sincera e sem pudores para lhe abrir os olhos:
Você é um macaco em seu quadrado. Nunca erga a cabeça, não fale, não olhe para o lado, não pense e não sinta. O que quer que você seja por dentro, qualquer valor que imagine ter, reprima com firmeza, submeta a um eficiente funil para que de seu interior o mais infinitesimal do mínimo possa sair.
Afinal, você não é pago para ser humano. Apenas trabalhe e trabalhe. Produza e produza bem. É só o que se espera de você. É só o que lhe permitirão fazer.
No fim do mês, receba suas bananas ou salário, chame como quiser, mais que isso, no mundo, não cabe a você.

FIM

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

DUETO ANJO-DEMÕNIO GIUSEPPE, O DE MUITOS CORAÇÕES

1 Comentário Add your own

  • 1. Ana Lúcia Merege  |  agosto 13, 2016 às 1:02 pm

    Bem amarga mesmo, minha amiga. E muita gente pensa que isso é sinal de sucesso… :/

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

agosto 2016
S T Q Q S S D
« jul   set »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: