A BALADA DO DUQUE ARMAN DE FONTAINEBLEAU

setembro 9, 2015 at 9:45 pm 1 comentário

Oi, pessoal.
Este texto deveria ser uma música, mas achei que poderia não funcionar, por isso, ficou como um poema mesmo, do tipo que não faço a muito tempo.

A BALADA DO DUQUE ARMAN DE FONTAINEBLEAU

CORVOS DEVORAREM-LHE OS OLHOS
TIGRES FESTEJARAM COM SUA CARNE
E CHACAIS DISPUTAREM-LHE OS OSSOS

E LOGO,  DAQUELE NOBRE HERÓI,
SÓ A MEMÓRIA RESTAVA

SUA ESPADA CAÍDA EM TANTOS PEDAÇOS
A ARMADURA VIOLADA POR LANÇAS INIMIGAS
A CABEÇA NO ELMO FOI-LHE DECEPADA

E LOGO, DAQUELE INFELIZ HERÓI,
QUASE NADA RESTAVA

CEDO CHEGARA AO CAMPO DE BATALHA
NA CABEÇA, SONHOS DE FAMA E GLÓRIA
EM TERRAROUGE ANSIAVA PELA VITÓRIA

E, LOGO, DAQUELE DESAFORTUNADO HERÓI
SÓ A ARMADURA VAZIA RESTAVA

PARTIRA NO INVERNO DE SUA TERRA
BEIJARA SUA AMADA MAIS QUE QUERIDA
JURARA QUE CASARIAM NA PRIMAVERA

MAS, LOGO, DAQUELE HERÓI CAÍDO
SÓ ESTA CANÇÃO RESTAVA

Poema: Rita Maria Felix da Silva

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

Tirinha Kika e Morgana 03 QUIMERA 01 – O CLUBE DAS GAROTAS DA RUA ÁLAMO

1 Comentário Add your own

  • 1. Daniel Folador Rossi  |  setembro 13, 2015 às 2:19 am

    Terrarouge… Gosto de nomes compostos assim, simples (:

    E o último verso fechou bem o/

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

setembro 2015
S T Q Q S S D
« ago   out »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: