A FUGA DE GAREN ORDONAX

novembro 25, 2013 at 3:16 am 2 comentários


Oi, pessoal,

Como já tive a oportunidade de declarar em outras ocasiões, tenho alguns textos mais antigos e, por este motivo, eles não estão no blog. Pretendo ir mudando essa situação gradualmente e postá-los aqui.

De meus textos mais antigos, este é um dos meus favoritos. Novamente tive a chance de usar Garen Ordonax e Lottar Gan Amon, dois multi-personagens meus. Se você é um/a leitor/a mais antigo meu, já sabe do que estou falando, se não for, não se preocupe: essa informação não modifica sua compreensão do texto.

Boa leitura!


A FUGA DE GAREN ORDONAX

Por Rita Maria Felix da Silva

Fugir da irrealidade, esta mentira, uma prisão de episódios ilusórios na qual me encontro. É o que jurei fazer.

Vagando pelos subterrâneos de Daral-Ank’Fazur, na escuridão, pelo esgoto, água fétida e escura até meus joelhos, pisoteando ossos e restos submersos de uma civilização morta.

Acompanhado apenas por minha lanterna, meu armamento, este traje protetor e muita ousadia, prossigo em busca da saída deste mundo.

Eu sou Garen Ordonax, nascido mago e guerreiro; por escolha e inclinação, cientista e aventureiro; e, por meus esforços, conquistador da humanidade, soberano da espécie humana na Terra, Marte e nas colônias de Júpiter e Saturno. Tudo isso, porém, renego, e almejo escapar desta falsa vida, esta ficção. Pois li o Grande Livro Sagrado do sacerdote Lottar-Gan-Amon, que fora escondido na tumba do Rei-Tirano Vhrum-Phradi, nas planícies marcianas, e agora conheço a verdade.

Após dias de jornada neste ambiente nauseante, finalmente posso ver a passagem para Khay’Yatros’Yalim, “o verdadeiro mundo, aquele que existe além das mentiras e imaginações, feito de matéria real, não dos desejos de alguma criatura presunçosa”, como dizia o livro.

Do portal encravado na parede rochosa, luz vermelha e intensa ameaça queimar-me os olhos. Protejo meu rosto com as mãos e corro para a liberdade.

Todavia, o chão estremece e o teto desaba sobre mim.

Permaneço inconsciente por um tempo indeterminado. Desperto em desespero, uso minhas armas, minhas mãos e toda minha fúria para remover as rochas que impedem minha passagem, apenas para descobrir que o portal se foi.

Eu grito de frustração e desafio:

“Não vai me derrotar, Criadora! O livro falava de outras passagens, de mais possibilidades de fuga. Eu as encontrarei e irei até seu mundo, o mesmo que conquistarei após ter matado você. Eu te amaldiçôo por ter me concebido, apenas para permitir que eu descobrisse a verdade do que realmente sou”.

Então, o mundo a meu redor começa a se desintegrar.

Rute acordou nervosa. Não queria mais dormir. Tomou banho, foi à biblioteca, lembrou a si mesma que tinha parado de fumar, encheu uma xícara de café, colocou In Dreams para tocar no cdplayer e ficou sentada esperando o começo da manhã.

— Um sonho estranho e somente isso. — disse, tentando se convencer. Não mais que outra ficção de sua mente. Sorriu. Olhou para a capa de “As Novas Aventuras de Garen Ordonax”, seu novo livro. As coisas iam bem. A crítica estava elogiando, o público aplaudia.

Ligou o computador. Pensou em começar uma nova obra… Sim, talvez uma história em que Ordonax descobrir-se ser apenas um personagem de ficção e ansiasse vir ao mundo real.
Sua intuição opinou que seria um bom livro.

FIM

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

A Canção de Yakbet-Yon-Yokbar, o Elfo Maligno Kaline

2 Comentários Add your own

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

novembro 2013
S T Q Q S S D
« out   dez »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: