DESTINO, DESTINO

maio 27, 2013 at 12:41 am 4 comentários

DESTINO, DESTINO
Por Rita Maria Felix da Silva

“Filho, se acredita em alguma coisa, creia nisso: não confie no destino. É um trapaceiro.” (Lorde Karim de Anguela)

“Filho, se acredita em alguma coisa, creia nisso: não confie no destino. É um trapaceiro.” (Lorde Karim de Anguela)

Edifício Andreij, sede da Corporação Solian, 20º Andar, Rio de Janeiro, 13 maio de 2013.

Quando nasci, meu avô sugeriu este meu nome, Solian. Dizia que significava “destino”. Era mentira, mas meus pais gostaram. Aos trinta anos, fundei esta corporação. Hoje, porém, realmente farei algo à altura do suposto significado de meu nome.

Na hora marcada, Almenara entra pela porta do escritório. Estou de pé, próximo a janela. Ela é linda. A única pessoa de que gosto no mundo, todavia não é deste planeta.

Almenara nem mesmo é seu nome verdadeiro, mas sim o que consigo pronunciar. Uma cientista perseguida por uma Teocracia, veio parar na Terra. Eu a descobri e ajudei-a a assumir forma e identidade humanas. Em troca, forneceu-me as tecnologias para fundar esta corporação. Devido a incompatibilidades biológicas, sexualmente falando, nunca tivemos nada. Pena, contudo, espero que a tecnologia possa, algum dia, contornar isso.

Ela diz “bom dia”, senta e pergunta:

— Parecia muito ansioso ao telefone, Solian. O que foi?

— Esperei está com tudo organizado para contar a você. Fui visitado por… Uma deusa alienígena. Ela me explicou que hoje um rapaz do interior, Bonifácio Ferreira Jordão, vai conhecer uma moça, Moira Castelo Gouveia, vão se apaixonar e, daqui a um ano, nasce um bebê desses dois.

“Acontece que, dezenove anos no futuro, acontecerá um evento extraordinário neste mundo, algo relacionado à Corporação Solian, e o resultado será um salto tecnológico que tornará os seres humanos a espécie mais bem sucedida da Via Láctea. O problema: o destino do bebê que citei, quando adulto, é impedir tudo isso e jogar a humanidade numa nova Era das Trevas. Agora tudo depende de mim. Vou despachar um pistoleiro para cuidar do casalzinho. Esperei você chegar para eu te contar isso e dá a ordem…”.

— Eu lamento. — interrompe Almenara.

— O que?

— O que vou fazer.

Diante de meus olhos, Almenara começa a brilhar num tom alaranjado. Ela estende a mão direita e um raio me derruba. Caio agonizando. A degeneração molecular já começou.

A espécie de Almenara tem um tipo de “última defesa” para casos extremos. Se usarem, o inimigo morre em poucos minutos, mas eles também se desintegram em duas horas.

— Por quê?— murmuro.

— Fui visitada por um deus alienígena — ela explica lacrimosamente — que me disse a verdade sobre o futuro do qual você escutou. A humanidade progride e conquista muitos mundos, mas ao preço de trilhões de vidas, num genocídio como este universo nunca viu. O bebê desse casal vai impedir isso. Mas conheço você: sei que nunca conseguiria convencê-lo a não interferir. Sinto muito, eu realmente amo você.

Almenara sai pela porta e eu fico lá caído, incapaz até de pedir ajuda. Minha visão se turva e lembro algo que li há muito tempo:

“Filho, se acredita em alguma coisa, creia nisso…”

FIM
Dedicado a Cirilo S. Lemos

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

Uma Caixa de Sapatos A INSÓLITA HERANÇA DE IVO TELES

4 Comentários Add your own

  • 1. Heitor V. Serpa  |  maio 27, 2013 às 1:33 am

    Incrível este conto! A essência de algo contendo o infinito em poucas palavras, ainda mais pela maneira que amarrou a citação do início com o final. Adorei, de verdade.

    Responder
  • 2. Alex Voorhees  |  maio 27, 2013 às 4:28 am

    Caramba, esse conto foi porradão… gostei muito, Rita!

    Responder
  • 3. Joe de Lima  |  junho 5, 2013 às 6:11 pm

    Muito legal, Rita ^^

    É só um conto avulso é parte de alguma coisa maior?

    Responder
    • 4. Rita Maria Felix da Silva  |  junho 6, 2013 às 11:46 am

      É um conto avulso. Seria possível, sim, voltar ao passado e contar mais da história desses dois, mas não está em meus planos, ao menos no momento.

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

maio 2013
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: