Pleno

julho 18, 2010 at 1:24 am 4 comentários

Oi, pessoal,
Este micro-conto escrevi como parte de uma atividade literária na Oficina de Escritores, um grupo do Yahoogroups do qual participo.
Era um desafio e o tema proposto foi espaço.
Boa leitura.
Comentários serão bem-vindos.
Beijos
Rita

Pleno
Por Rita Maria Felix da Silva

Eterno, infinito por todos os lados, contendo tudo o que existe, exceto eu mesmo. Assim é o Espaço. Porém, é vazio. Isso sempre me incomodou, embora também tenha vindo de mim.
Tentei preenchê-lo com uma infinidade de universos, onde seres sapientes ergueram religiões em que sou o “Deus” deles. Eu os amo sobretudo por essa inocência.
Porém, o vazio permaneceu grande demais para ser completamente preenchido. Jamais conquistado. Meditei em demasia sobre o assunto, contudo a melhor resposta era aquela que hesitei aceitar.
Até agora. Então, desfaço-me, deixo de existir, dissipo-me em infinita quantidade de energia, preenchendo cada porção do Espaço.
Em meu último ato, excluo o vazio da Existência.

FIM

Dedicado a Strix Van Allen

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

O Tempo Após – texto e áudio-texto Divindade

4 Comentários Add your own

  • 1. Tutankhamen  |  julho 18, 2010 às 1:42 am

    Excelente texto!
    muito bonito,
    Parabéns

    Responder
  • 2. Daniel Folador Rossi  |  julho 18, 2010 às 10:15 pm

    Bom, Rita =)

    Responder
  • 3. Miguel Rude  |  julho 19, 2010 às 6:43 am

    “Num futuro muito Próximo, quando o voo no espaço se tornar
    uma rotina, como o voo comercial de nossos dias, aparecerá uma
    nova linhagem de homens do espaço. Serão escalados para realizar
    o mais árduo trabalho do mundo. Ao contrário de John Glenn, Yuri
    Gagarin e demais homens do espaço, os pilotos das naves espaciais
    de amanhã não ficarão passivamente sentados numa cápsula, percorrendo
    uma órbita predeterminada: Estarão aos controles dos veículos
    que se movimentarão em velocidades vertiginosas, cobrindo
    vastas distâncias, percorrendo complicadas trajetórias. Será necessário
    um tipo especial de homem para pilotar essas naves espaciais
    – e esses homens, certamente, terão problemas especiais a
    resolver.”
    Copyright 1965 by Robert Silverberg

    Responder
  • 4. Égon  |  dezembro 18, 2010 às 4:11 am

    Oi Rita, gostei muito do seu blog, venho sempre ler seus textos, você escreve muito bem, parabéns. Obrigado por postar seus textos, contos e crônicas. Você é uma escritora incrível.

    Égon.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

julho 2010
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: